Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

NOTÍCIAS DA REALEZA

Acompanhe aqui todas as noticias e actividades da realeza e fique a conhecer melhor todas as monarquias europeias.

NOTÍCIAS DA REALEZA

Acompanhe aqui todas as noticias e actividades da realeza e fique a conhecer melhor todas as monarquias europeias.

Causa Real lança manifesto pela monarquia como alternativa

A Causa Real lançou hoje o manifesto “A Unir Portugal desde 1143” para que os “portugueses olhem para a monarquia como uma alternativa” para o país”, considerando que “a instituição real pode ser uma resposta a grande parte dos problemas”.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Causa Real, Luís Lavradio, explicou que “uma monarquia tem na sua cúpula uma instituição real que é independente e isenta e que encara e incorpora um projeto nacional que vai para além das próximas eleições”, considerando que esta “pode ser uma resposta a grande parte dos problemas” de Portugal.

“Aquilo a que apelamos aos portugueses é que olhem para a monarquia da mesma forma que ela existe nos outros países europeus hoje em dia, que olhem para a monarquia como uma verdadeira alternativa para Portugal para o futuro”, disse.

Na opinião de Luís Lavradio há atualmente “uma perda de esperança e uma perda de norte” em Portugal, considerando que tal “pode ser colmatado e muito bem com uma monarquia”.

Para o presidente da Causa Real, o manifesto “é uma chamada de atenção para os portugueses de facto considerarem a monarquia uma hipótese válida e viável”, defendendo que “esta alternativa é a melhor para Portugal”.

O manifesto foi já assinado ex-presidente do BCP Paulo Teixeira Pinto, pelo vice-presidente da Caixa Geral de Depósitos António Nogueira Leite, pelo ex-ministro Augusto Ferreira do Amaral e pelo administrador da Fundação Calouste Gulbenkian Diogo Lucena.

O manifesto, que recolheu perto de cem assinaturas de “pessoas que estão muito próximas do próprio esboço do texto”, será posto na sexta-feira na página do Facebook da Causa Real “para recolher quantas mais assinaturas possível”.

Recordando que “todos os momentos importantes da história de Portugal foram encabeçados por um rei e foram encarados como um projeto nacional que uniu a instituição real ao povo português”, Luís Lavradio sublinhou ainda países como Suécia, Dinamarca, Bélgica, Espanha, Reino Unido, Japão ou Canadá são “exemplos extraordinários de projetos nacionais de continuidade nacional e de posicionamento internacional que só acontecem porque existe essa instituição real, independente, que agrega a unidade nacional”.

“Eu acho que as pessoas olham para a Causa Real e para os monárquicos de uma forma errada, muito talvez propagada pelos próprios monárquicos do passado. Não tem nada a ver com voltar ao passado, não tem nada a ver com a rotativista do século XIX, muito menos com a monarquia das cortes do século XVIII mas tem muito a ver com uma alternativa política para Portugal para o futuro”, considerou.

Mais sobre mim

foto do autor

Estatisticas

N.º de Visitas:
O Blog Visto no Mundo: Flag Counter
free counters

Redes Sociais

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D